terça-feira, 25 de agosto de 2009

Resultado da Pesquisa: Qual a sua maior dificuldade no Canto?

Depois de algum tempo sem postar no blog é um prazer estar de volta.
Poucas pessoas participaram da pesquisa, afinal o blog está apenas começando, mas c
omo eu já havia previsto o resultado da pesquisa, o resultado não me surpreendeu. A maior dificuldade no Canto é a respiração e o apoio. As pessoas estão habituadas a respirar incorretamente utilizando a parte alta do corpo (tórax). Se não respira corretamente com certeza não conseguirá apoiar. A respiração deve ser concetrada na parte baixa do corpo (abdominal). A respiração correta é quando se utiliza o diafrágma, isto faz com aconteça um alargamento das costelas e um abaixamento do diafragma o que aumentará o armazenamento de ar. O apoio consiste em manter esta abertura das costelas através de pressão (contração) utilizando os músculos em torno do abdomen e costas. A medida que se emite um som a pressão na região da cinta abdomina ldeve ser dinâmica (aumentar e diminuir). Se agudo uma maior pressão se grave pouca pressão. O TRABALHO MUSCULAR É CONSTANTE.
Estas duas áreas são a BASE, o FUNDAMENTO da Técnica vocal, por esse motivo eu abordei estes temas logo no início do blog. Quando não há uma correta respiração e consequentemente um bom apoio, vários problemas podem ocorrer, por exemplo:


1. Falta de sustentação da nota
2. Desafinação
3. Mudaças bruscas de registro
4. Quebras na voz
5. Falta de pressão abdominal o que dificultará o alcance de agudos
6. Tensão muscular na região da garganta
7. Calos, fendas entre outros problemas nas pregas vocais.

Por esse motivo é MUITO IMPORTANTE dominar estas técnicas. Pontanto dê um olhada nos post anteriores e começe a treinar. Existe muita coisa a ser dita e mostrada em relação a este assunto (respiração e apoio) para que você desenvolva a técnica, mais infelizmente isso só seria possível em uma aula com acompanhamento individual do aluno. Mas o que postei sobre o assunto lhe ajudará muito e com certeza você sentirá uma grande e considerável melhora. Então TREINE!!! Até mais e um grande abraço!!!!!

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

David Phelps - Nessun Dorma

O cd The Voice do cantor David Phelps inclui a música Nessun Dorma de Giacomo Puccini . Phelps deu uma nova cara ao clássico mais sem mudar a essência da música. Simplesmente fantástico e com uma interpretação ao nível da composição.

Tradução:

Que ninguém durma!

Que ninguém durma!
Que ninguém durma!
Você também, ó Princesa
Em seu quarto frio, olhe as estrelas
Tremendo de amor e de esperança
Mas meu segredo permanece guardado dentro de mim
O meu nome ninguém saberá
Não, não, sobre tua boca o direi
Quando a luz brilhar
E o meu beijo quebrará
O silêncio que te faz minha
O seu nome ninguém saberá
E nós teremos, oh!, que morrer, morrer
Parta, oh noite
Esvaneçam, estrelas
Ao amanhecer eu vencerei!
Vencerei! Vencerei!




Estou meio ocupado ultimamente, me comprometo até segunda-feira postar sobre o resultado da pesquisa e algo mais sobre técnica vocal. Até mais e uma abraço a todos!

terça-feira, 28 de julho de 2009

The Voca People

Olá pessoal!!!

Encontrei este vídeo impressionante no youtube. Talvez vocês já tenham visto, trata-se de um grupo teatral chamado THE VOCA PEOPLE, que mistura beat box, performance teatral, somente com a voz. Absolutamente imperdível!!! E não poderia faltar aqui no Blog Arte da Voz, claro. Este vídeo está bombando na web.
Confira!

As músicas de segundo o site em que encontrei são:


1. Johann Sebastian Bach - Toccata and Fugue in D minor
2. Hallelujah
3. The Entertainer
4. Chordettes - Mr. Sandman
5. Glen Miller - In The Mood
6. Elvis Presley - Tutti Frutti
7. Beach Boys - I Get Around
8. Doobie Brothers - Long Train Runnin’
9. Madonna - Holiday
10. Michael Jackson - Billie Jean
11. Eurythmics - Sweet Dreams
12. Mori kante - Yeke yeke
13. Nirvana - Smells like teen spirit
14. Spice Girls - If you wanna be my lover
15. Los Del Rio - La Macarena
16. Rednex - Cotton Eyed Joe
17. Britney Spears - Hit Me Baby One More Time
18. Baha Men - Who Let the Dogs Out?
19. C+C Music Factory - Gonna Make You Sweet (Everybody Dance Now)
20. Will Smith - Switch
21. Madagascar 5 vs. KK Project - I Like To Move It

Aula Parte 3 - Respiração e Som - Apoio


A RESPIRAÇÃO E O SOM - APOIO

Como já vimos no post anterior a respiração é fundamental na técnica vocal, pois é o ar de sua expiração que fará com que suas cordas vocais trabalhem perfeitamente.
Só para recordar nossas cordas vocais são duas fibras musculares, "paralelas", que ao comando cerebral de fala, terão adução, produzida por sua vibração, resultando na voz. Sem vibração e adução, resultam no silêncio. Essa adução e vibração serão feitas pela pressão de ar que passará pelas cordas vocais no momento da expiração. Vimos também que possuímos três tipos de respiração: Peitoral, Intercostal e Diafragmática. Para cantores, apenas as duas últimas são usuais, pois a peitoral possui uma rápida resposta de oxigenação / inspiração e pouco trabalho de expiração, sendo muito usada no esporte. Trabalharemos primeiro a diafragmática.

Diafragma - É o músculo que comanda o movimento de respiração. Sua forma é abaloada e fica situado abaixo e entre os pulmões. Quando inspiramos, ele se contrai permitindo que os pulmões inflem, captando o oxigênio pelas vias nasais. Quando o diafragma volta à sua posição inicial - descontraído, relaxado, torna-se abaloado novamente, contraindo os pulmões e produzindo a expiração.
Para comandar nossa respiração precisamos controlar a velocidade com que o músculo se dilata. ISSO É APOIO. Vejamos de acordo com alguns teóricos a definição de apoio:

Apoio, portanto, é o controle elástico e consciente da força retrátil passiva e espontânea do movimento de elevação do diafragma ao promover a expiração, e é conseguido pelo domínio de seus antagônicos ñ os músculos abdominais e intercostais ñ com a finalidade de manter o equilíbrio da coluna de ar e aplica-la a fonação. Quando em postura correta, o apoio segura o diafragma para baixo e, analogamente ao que acontece a outro êmbolo qualquer, o ar é mantido dentro do corpo. Este ar fica localizado nos pulmões [...] formando a chamada coluna de ar. Š essa coluna que, se movendo pra cima e pra baixo [...] vai trazer consistência ao som emitido.


A Diana Goulart também da uma boa definição de apoio:

O apoio é a sustentação da coluna de ar que faz parte da produção do som. Quando você inspira, o ar enche seus pulmões, alargando a região das costelas e estendendo os músculos intercostais. Ao mesmo tempo, o diafragma se abaixa e expande para os lados (sem o seu controle voluntário). O que você pode ñ e deve controlar são os músculos intercostais e abdominais. Assim, o diafragma e todos os músculos envolvidos no processo respiratório estão na posição adequada a proporcionar uma boa emissão vocal, pois eles controlam a saída de ar e do som (que ocorre na expiração).

Portanto, apoio é a força motriz que impulsiona a saída de ar na emissão vocal. É necessário uma leve contração do abdomen e na região pelvica dois dedos abaixo do umbigo, e preciso manter as costelas abertas como vimos na aula anterior (http://artedavoz.blogspot.com/2009/07/aula-2.html).

"Então, vamos lá! Este exercício é muito bom vocês irão ver:

I - Inspirar lentamente, pelo nariz direcionando o ar para a região do baixo-abdômen (abaixo do estômago), sem permitir a elevação peitoral , e expirar lentamente como se soprasse um canudinho , relaxado , mantendo o abdômen para frente , por 3 vezes .

OBS: Daqui em diante, enquanto expirar, mantenha seu abdômen na frente , mas respeite seu organismo contraindo-o quando sentir necessidade .

II -Inspire lentamente e solte seu ar pôr 5 tempos em sss-sorriso , como um "pneu esvaziando" , com o som retilíneo e uniforme .

III- Faça o processo anterior modificando os tempos de expiração . Ex: Inspiração - Expiração ( sss - sorriso - 3 x cada um ).

5t 5t
5t 10t
5t 15t
5t 20t
5t 25t
5t 30t
5t xt

Esse exercício é para trabalharmos o comando de expiração e apoio diafragmático." O apoio está em manter o abdômen para frente, gerando uma leve pressão na musculatura baixo-abdominal como já vimos . Gostaria de falar que todos os exercícios postados na aula anterior trabalham também o Apoio.

O exercício a seguir faz parte do método do professor Lyba Serra, é um exercício que prepara para expansão da respiração, abertura das costelas inferiores e utilização do apoio, muito bom. Vai aí uma dica é adquirir o método do prof. de canto Lyba Serra (um dois coceituados na net):
SOLTE A VOZ - LYBA SERRA - PACK 3 DVDS - Uma exclusiva coleção de treinamentos em vídeo indicada para quem deseja otimizar a performance e evoluir com rapidez e qualidade. Composto de 3 aulas interativas que se complementam, este pacote, especialmente voltado a jovens cantores, é um apoio eficiente e divertido no aprendizado do canto popular.

Áudio:





Site para conhecer os métodos, dvds, cds do professor Lyba Serra: http://www.lybaserra.pro.br/default1.asp

Até mais meus caros e aguardem o próximo post sobre o resultado da enquete: Qual sua maior dificuldade no Canto? APROVEITEM E VOTEM!!!

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Just as I am by David Phelps

Hoje resolvi postar um vídeo de um dos meus cantores gospel prediletos o americano David Phelps. 1° Tenor que ficou conhecido por fazer parte do Quarteto de Southern Gospel Gaither Vocal Band. Sua voz na minha opinião está entre as melhores do mundo. Vale apena conferir!! Uma voz cheia de nuances, com uma riqueza impressionante em harmônicos e uma grande (mas muito grande mesmo!!!) extensão vocal. Sempre estarei postando músicas desta fera aqui no blog. E pode deixar que as músicas serão traduzidas, ok?

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Aula Parte 2: A base do Canto: Respiração

Olá! Falaremos hoje sobre a primeira principal parte da técnica vocal (a segunda é o Apoio - este fica para o próximo post, ok?) : A RESPIRAÇÃO . Falo que é a principal, pois a partir dela você poderá avançar em seus estudos, sem elas vocês com certeza não avançaram. A respiração é a base de toda a técnica de canto. A ela estão diretamente ligadas a afinação, colocação e volume da voz e resistência do cantor. Antes de tudo assistam este vídeo muito didático sobre a respiração ideal:

video

Então pessoal, como vimos a respiração ideal é bom tanto para o Canto quanto para nossa saúde em nosso dia-a-dia.

A respiração usada para o canto recebe às vezes nomes diferentes, dependendo do autor. Alguns a chamam costo-diafragmática, outros abdominal-intercostal. O fato é que devemos encher desde a base do pulmão, suas laterais até às costas, sem levantar os ombros. "Quando se pede aos alunos, no início das aulas, para inspirarem profundamente, 80% inspiram com uma elevação forçada das costelas e das clavículas, mantendo os músculos abdominais contraídos, erguendo os ombros, ficando vermelhos no rosto e pescoço... Esta respiração forçada tem conseqüências desastrosas, em primeiro lugar para a voz. A laringe fica sob alta pressão, e pior ainda se a pessoa não articula bem, trancando os maxilares. Assim, a pressão é dupla e as nossas cordas vocais não podem vibrar livremente. Abaixo temos um bom exercício de respiração:

Exercícios de Respiração


1. Treino da Utilização Muscular

Pessoa deitada com um livro no abdômen. A intenção é elevar o livro e suportar o maior tempo possível e soltar devagar.


2. Exercício para treinar a abertura das costelas:


A - Uma das formas para sentir a abertura lateral das costelas é da seguinte maneira: Vá inspirando lentamente e ao mesmo tempo levantando os braços na lateral até que ele chegue à altura dos ombros. Mantenha alguns segundos a inspiração e observe que suas costelas estarão mais abertas na lateral. Solte o ar e tente manter as costelas abertas. Faça uma vez a expiração com os braços ainda na lateral e depois tente fazê-la soltando os braços, mas mantendo as costelas abertas.


OBS.: Cuidado para não tensionar os ombros enquanto faz o exercício e também cuidado para não direcionar o ar para a parte alta do pulmão.


B - Outro exercícios para sentir a abertura das costelas, mas na sua região costal faça o seguinte: sente na ponta de uma cadeira, deixe seu corpo cair todo para frente, inclusive sua cabeça. Inspire nesta posição e vai perceber que o ar se direciona para a lateral e para as costas.


C – Exercício para o controle da permeabilidade nasal:


1º) Inspire profundamente pela narina direita, apoiando o polegar sobre a narina esquerda para fechá-la.
2º) Retenha o ar fechando as duas narinas com o polegar e o indicador.
3º) Destape a narina esquerda e expire por ela.
4º) Suspenso.
5º) Aspire profundamente por esta mesma narina. Tape-a novamente e expire pela direita. Prossiga deste modo tapando alternadamente uma e outra narina.


Outros exercícios para respiração:








Até a próxima meus amigos...e não percam a contunuação da aula no post sobre APOIO. E não se esqueçam treinem, treinem e treinem.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Aula Parte 1: O instrumento vocal - Como acontece o processo da voz.


O instrumento vocal

Olá! Lembre-se qualquer dúvida é só mandar um e-mail, ok?
No final do artigo postei um vídeo muito interessante: Como acontece o processo da voz, com a Fonoaudióloga Cida Coelho.

Como qualquer instrumentista, o cantor também necessita conhecer a fundo seu instrumento de trabalho, para que ele possa usa-lo sem danos, preservando seu potencial vocal por mais tempo. O instrumento vocal se divide em três partes bem distintas; são elas:

1 - O APARELHO RESPIRATÓRIO

Por onde o ar entra e passa [vias áreas e pulmões].

- Vias aéreas: narinas, fossas nasais ,faringe,glote, laringe e traquéia.

- Pulmões: brônquios, bronquíolos e alvéolos.

Os pulmões se localizam na caixa torácica, são de consistência esponjosa e sua cor é rosada devido à grande quantidade de sangue que neles circula. Sãos os principais órgãos do aparelho respiratório e constituem nosso receptáculo de ar.

O caminho do ar até chegar aos pulmões:

- Narinas: onde o ar é aquecido, umidecido e filtrado;
- Traquéia: bifurca-se, dando origem aos brônquios;
- Brônquios: cada um deles leva ar a um dos pulmões.Os brônquios se ramificam em tubinhos que levam ar até os alvéolos;
- Alvéolos: onde é feita troca do oxigênio [vindo do ar inspirado], pelo gás carbônico, presente no sangue, e posteriormente devolvido para o ar.
O ar entra e sai dos alvéolos graças ao movimento conjunto do tórax e do diafragma.

2 - O APARELHO FONADOR

Onde o ar se transforma em som ao passar pelas pregas vocais [nome popular dado às pregas formada pela musculatura] localizada na laringe.

A produção dos fonemas [som] ocorre pela modificação da corrente de ar que vem dos pulmões [corrente expiratória]. Essa modificação é feita pelas pregas vocais e pelos articuladores.

Os articuladores têm a função de receber o som da laringe (pregas vocais) e dirigi-lo para o aparelho ressonador que irá influir na cor [timbre], sonoridade e amplitude da voz. A outra função é ajudar na formação dos fonemas.

O Aparelho Ressonador

Se perguntarmos a dez pessoas "de onde ressoa a voz"? nove, pelo menos, responderiam: "É a garganta". Isso seria o equivalente a dizer que o violino ressoa sobre suas cordas, e todos sabemos que o valor de um violino não depende só de suas cordas, mais sim do corpo do instrumento, da qualidade da madeira com que foi construído, de suas dimensões e dos detalhes de sua fabricação.

No canto, o ar, ao fazer vibrar as pregas vocais, produz um som insignificante, que necessita encontrar uma caixa e ressonância para poder amplificar-se.

Os ressonadores são muitos e quase poderíamos afirmar que todos os ossos do corpo entram em vibração para o canto. Portanto, aparelho ressonador é o local de onde se tira a qualidade do som e sua amplitude.

CAIXA DE RESSONÂNCIA INFERIOR: Faringe, tórax, traquéia, brônquios.

CAIXA DE RESSONÂNCIA SUPERIOR: Cavidades bucais e cavidades da face.

Os ressonadores faciais [superiores] são os mais importantes. Essa região de ressonância é também conhecida como "MÁSCARA".
"CANTAR NA MÁSCARA" significa cantar utilizando os ressonadores da face. Esses ressonadores superiores são muito difíceis de serem usados adequadamente.
A ressonância facial aliada às ressonâncias de peito [graves] e palatais [médias], que são mais fáceis de se conseguir, asseguram á voz brilho em toda sua extensão.

A passagem fácil e sem defeitos do grave para o agudo depende muito da posição correta da boca [articulação], que desempenha um papel importante no aparelho ressonador.

Vídeo o processo da voz com a fonoaudiólogo Cida Coelho:


O próximo post será sobre a base da técnica vocal, a respiração e apoio. Sem o domínio destas duas técnicas você não poderá avançar nos estudos da técnica vocal, então aguardem.